segunda-feira, 10 de novembro de 2014

Imagine all the people living life in peace

As flores solitárias
De uma montanha distante qualquer
Que sempre passam despercebidas
É como se elas não estivessem ali?
Passar a vida sendo a observadora
Nunca sendo o centro
Faz os dias passarem mais rápidos ou mais lentos?
Perguntas sem respostas nos surgem ao travesseiro
E a vida é só mais um fardo
Que insistimos em carregar
E a liberdade é só uma utopia
Que nunca vamos alcançar.




Daniela Silva

10 comentários:

Gyzelle Góes disse...

Nunca alcançar a liberdade é a coisa mais triste. Gosto dos seus versos

Fábio Murilo disse...

O Inocente Útil

Não esperemos muita coisa da vida.
Sejamos apenas uma flor
Atrás de uma pedra,
Numa estrada qualquer
Do interior.
Sejamos como aquele inseto
Cuja gloria e ter
Algumas horas de vida.
Como crianças inocentes
Que não se interrogam,
Nem rogam aos céus,
Pois tem como céu essa vida.

Fábio Murilo, 22.07.2012

Poema fantástico, Dani!Com apurado censo critico. Tenso, intenso, forte, questionador, engajado. Pessimista por certo. Fazer o que, temos esse direito de não dourar a pilula. Gostei imensamente.

Fábio Murilo disse...

Ah, ia esquecendo, a música ficou perfeita, casou muito bem com o texto, somou.

Evandro L. Mezadri disse...

Linda postagem, perfeita sintonia entre letras e música!
Grande abraço, sucesso e grato pela visita!

Andressa Pereira disse...

É quase verdade. A Liberdade porém, está dentro de nós. É aquela que a gente mesmo se desprende dela. A gente mesmo se faz melhor, esquece dos obstáculos que nós mesmos colocamos.

Identidade Aleatória

Ricardo Monteiro disse...

Já diziam que toda promessa de liberdade é só uma gaiola maior...

Boa noite,
Então, gostaria de fazer um template bem simples para o seu blog, só pra dá uma repaginada sabe.

Se quiser, só avisar.
Bjos

S disse...
Este comentário foi removido pelo autor.
Rapha Barreto disse...

Sinto me assim ultimamente, e pior que isto, quem sou?
Adorei o post.

Beijos e bom final de semana
http://mylife-rapha.blogsot.com

Lari Moreira disse...

Só observar tornam os dias mais lentos. Eu acho. Podemos até nao ter a total liberdade, mas exstem coisas que nos dao a sensação de estar livre, e isso é otimo.
A propósito, eu gosto muito de o teatro mágico.
http://maybe-i-smiled.blogspot.com.br/

Ariana Coimbra disse...

A vida em si já é uma pergunta sem resposta. Cheia de mistérios.

Adorei o post!