segunda-feira, 28 de setembro de 2015

Nunca vai embora

Procurar por metáforas para dizer o que sinto tornou-se cansativo com o tempo. 
Tempo esse que tem passado rápido e sido metodicamente redundante. 
É engraçado olhar para a vida e ver que tudo está bem.
É triste saber que tudo está bem, e ainda assim, sentir no peito uma grande vontade de partir. 
Tudo torna-se realidade enquanto durmo, mas não posso dormir para sempre.
Posso dizer que o céu nublado traz esses sentimentos melancólicos, ou posso colocar a culpa na tpm...
Mas procurar um motivo de nada irá adiantar, quando tudo o que se sabe é que essa vontade nunca vai embora.


Daniela Silva

4 comentários:

Gyzelle Góes disse...

Uma tempestade já transborda a poesia

Ariana Coimbra disse...

Tenho sentido isso ultimamente. Chamo de dias cinzas, mas ta sendo difícil colorir com cores fortes. Porque só o que é forte as angústias da vida não conseguem apagar. Mas sigo tentando, num dia uso lápis de cor, no outro tinta guache, e sigo experimentando vários tjpos de tinta. Um dia hei de encontrar a que dará certo.
Experimente outras tintas e outras cores também. Pelo menos alivia o aperto.
Beijos sumida!

Nati disse...

Tudo pode estar bem, mas parece que ainda falta algo e tenho que estar em um trabalho constante para que tudo continue dando certo, insatisfação talvez. Beijos

http://mundodenati.blogspot.com.br/

António Jesus Batalha disse...

Ao passar pela net afim de encontrar novos amigos e divulgar o meu blog, me deparei com o seu que muito admiro e lhe dou os parabéns, pois é daqueles blogs que gostaria que fizesse parte de meus amigos virtuais.
Pois se desejar visite o Peregrino E Servo. Leia alguma coisa e se gostar siga, Saiba porém que sempre vou retribuir seguindo também o seu blog.
Minhas cordiais saudações, e um obrigado.
António Batalha.
http://peregrinoeservoantoniobatalha.blogspot.pt/