sexta-feira, 12 de junho de 2015

Para e Olha Pra Mim

Para e olha pra mim
Para e deixa pra lá
Deixa eu entrar em você por algum olhar


Deixa eu gostar de você
Teus medos posso curar
Deixa eu levar tua vida pra outro lugar


Para e olha pra mim
Vê que já basta olhar
Deixa eu plantar um carinho no teu peito inquieto



Daniela Silva

6 comentários:

jair machado rodrigues disse...

"Deixa eu plantar um carinho no teu peito inquieto", a frase mais poética que li hoje, quando se é só o dia de hoje pode não ser muito bom, no meu caso rs, não suporto a ostentação de quem tem relacionamentos, invejinha rs, mas aguardo algo mágico com este poema:"para e olha pra mim", quem sabe quando isso ocorrer não seja o começo da história de amor que espero. Sempre bom te ler.
ps. Carinho respeito e abraço.

Patrícia Pinna disse...

Boa noite, Dani.
Eu acabei de fazer um comentário em seu blog que não foi.
Bem, vamos lá.
Conheci seu blog e já estou seguindo através de um amigo em comum, Fábio Murilo.
Gostei e fiquei.
O olhar para o outro é algo necessário, libertador, é sim um passo para a cura da alma e infelizmente nem todos conseguem captar esse olhar, ou mesmo se lançar sem reservas colocando todas as suas dores para o outro, a fim de que, o fardo fique menos pesado.
Parabéns pelo teu espaço.
Espero que este comentário vá.
Linda semana de paz.

Andressa Pereira disse...

A Mallu é um amorzinho né? Gosto muito das músicas dela, e essa é uma gracinha, pena que é tão curtinha, no final dá gostinho de quero mais.
abraços

Identidade Aleatória

O Identidade Aleatória está no facebook!

Evandro L. Mezadri disse...

Bela postagem, algo muito gratificante para ler e ouvir pela manhã!
Grande abraço, sucesso e ótimo final de semana!

Victor Tateoki disse...

=)

Anderson Lopes disse...

A cancão da Mallu combina com a singeleza do teu blog, Dani!
Um beijo!