sábado, 7 de setembro de 2013

Stay here

Querido, é triste vê-lo partir... Quero que saiba que ainda me encanta teu olhar sobre o mundo, porém já não somos os mesmos. O meu modo de ver as coisas lhe aborrece e não posso me desculpar por isso. Já fui como você, mas fui crescendo, coisas foram acontecendo e quando vi pronto já pensava assim.
Será que ainda existe um lado bom em todos? Estou colocando em prática o que me ensinou, só que nem sempre é fácil não generalizar, não é fácil olhar para uma criança e não sentir pena por ela um dia perder a inocência e mergulhar nesse oceano sujo que chamamos de mundo; bom a culpa nem é do mundo, pois ele é demasiado belo a culpa são dos bípedes que se dizem sapiens. Falam sem saber, julgam sem conhecer, criticam pelo simples prazer de criticar.
Sei que nesse momento você deve estar pensando "às vezes você também faz isso", admito eu erro. Você não sabe como a luta é diária, não sabe quantas palavras já fui obrigada a engolir... Ser monossilábica e escutar mais do que dizer foram as duas formas que encontrei para tentar mudar, mas como já disse nem sempre é fácil. Algumas palavras eu engulo, mas elas não são digeridas e eu acabo as vomitando em alguém, acontece.
Nós crescemos e ficamos chatos, crescemos e ficamos sem paciência, sem tempo, sem sorrisos, sem vontade. Tem alguns que crescem e fazem coisas horríveis, coisas que os fazem desmerecer a classificação humano. 
Não sei, talvez essas palavras não o façam ficar, mas só queria que soubesse que contigo é diferente. Em você eu consigo ver o lado bom.


Cena do filme O lado bom da vida

"A maioria das pessoas perdeu a habilidade de ver o lado bom das coisas, embora a luz por trás das nuvens seja uma prova de que ele existe" - Livro O lado bom da vida de Matthew Quick

Daniela Silva

18 comentários:

Samuel Balbinot disse...

Bom dia Daniela.. por mais que a gente relute, e achamos que só existem pessoas ruins, temos de ver sobre um outro angulo.. que são almas jovens que ainda tem que aprender muito, todos temos o bom e o ruim, o negativo e positivo, como diz a Cristina Cairo, a gente não era a cidade, muito menos a barriga que nasce, temos coisas pendentes, e só vamos poder resolver as mesmas quando formos ganhando a consciencia, que tanto esta em falta nos dias de hj nas pessoas que se deixam controlar por um sistema velho... não sei se acreditas, mas uma regressão mostra muito do que fomos, e do que temos de resolver, já fiz 5 regressoes, e sei que ainda tenho muito por resolver.. se desejar procure por vida inteligente no youtube.. programa que tem me ajudado muito se desejar peça por email que te mando links de muitos temas bjs lindo dia

Bandys disse...

O Dani,
Amei. me identifiquei ao extremo. Teve uma época na minha vida que só via o lado ruim, não tinha alegria e nem era feliz...Quando comecei a ver meus valores espirituais isso tudo mudou. A vida começou a ter cor e as coisas boas aparecem . E isso amiga veio atraves do amor. Seja ele qual for, mas primeiro por mim mesma.

A harmonia da alma não é simplesmente um lugar de paz, uma praia tranquila.
A harmonia da alma é uma resolução completa do eu.
É o acordo, pela eternidade, entre todos os pensamentos e sentimentos.
É o mais puro amor.

Bom domingão cheia de paz.

beijos

Déborah-alana disse...

Dani adorei o texto e a citação do livro, concordo totalmente, muita gente tem dificuldade de ver o lado bom das coisas, beijinhooos ;)

Mulher Vã disse...

Não sei o que levou Rousseau dizer uma vez que o homem bom por natureza, a sociedade que o corrompe. Algumas vezes acho que ele tem razão, outras vezes por pura revolta, desconcordo do filósofo!
Mas generalizar costumar ser perigoso, por isso aceito mais coisa oriental do yin e yang, somos bons e ruins, depende do dia, nas mulheres a época do mês! [não pude conter a piadinha infame] Hahahaha

Nha, quer saber?! Nada como um dia após o outro!

Ow, gostei da visita, apareça mais vezes...logo terá novidades lá no CoLorindos! =)

Rapha Barreto disse...

Eu penso desta forma também e adorei o que escreveu, e como de costume, futuramente vou publicar em meu blog com sua autoria claro.

Tenha uma ótima semana.

Beijos.

Gabriela Gomes disse...

Texto muito perfeito esse, adorei!
www.espacegirl.com

Paula Melo disse...

A frase do Matthew Quick foi perfeita, amei o texto, você escreve muito bem, parabéns (:
Seguindo aqui.
xoxo
http://www.universovanguarda.com/

Vinícius D. Costa disse...

Tão triste...
Abraço,
Vinícius - Livros e Rabiscos

Andressa Pereira disse...

Eu não sei, talvez o ser humano não consiga ver o lado bom, porque isso o assusta.
É muito mais fácil dizer que aconteceu algo ruim ao invés de analisar toda a situação e entender que algumas coisas acontecem porque nós fizemos as escolhas erradas... é assim que funciona. Mas eu ainda tenho fé que um dia, esses bárbaros se salvem de si mesmo.

Eliana Lee disse...

Forte... Principalmente o final que é tão verdadeiro: crescemos e esquecemos de ser quem éramos antes. Deixamos de existir de verdade, para nos tornamos repetições abstratas do que gostaríamos ainda de ter, sentir...
parabéns pelo texto

Patrícia N. disse...

Li seu texto, ele mexeu comigo demais. Na frase "Algumas palavras eu engulo, mas elas não são digeridas e eu acabo as vomitando em alguém (...)", eu me vi falando isso para uma pessoa e complementando "...e esse alguém é você".

Muito obrigada por escrever assim, Dani. Tão bonito, tão sincero. Foi uma parte do quebra-cabeça do meu dia.

Antônio LaCarne disse...

dani, incrível o teu texto, estou sem palavras. algo ultra contemporâneo. super valeu a identificação.

POESIAS SENSUAIS E CONTOS disse...

Gostei das postagens aqui em seu blog. Um belo fim de semana...

Emilie S. disse...

Eu só acho que a gente não deve depositar muita esperança nas pessoas. Claro, vai ter sempre aquele alguém em que a gente se pergunta [ou perguntava]: "você existe mesmo?" de tão fora do "mundo" que ele é. Mas, na real, o melhor mesmo é a gente ir se habituando que todos temos lados podres.
{Emilie Escreve}

Joice N. disse...

Belo texto. As vezes também fico penando sobre isso, sabe? A gente vê cada coisa no mundo, sentimos pena, engolimos o que gostaríamos de dizer, dizemos para as pessoas erradas, crescemos, amadurecemos e acabamos por tentar ver o lado bom de alguém que pode ser ou não a pessoa certa.
Beijinhos ♥
http://mydreamsofasummernight.blogspot.com.br/

M. Artese disse...

Colocar a felicidade do mundo em uma pessoa é tão errado - e tão bom.

http://bomdiaparanoia.blogspot.com.br/

aline disse...

crescer e ficar sem paciência parece tão comum... mas a gente muda mesmo e o que antes havia em nós, quando visto nos outros, incomoda.

Sofia Ignácio disse...

Oi!
Adorei seu blog, todos os textos e historias (talvez ficcionais ou não *-*)...Realmente acho que você consegue colocar todas emoções em apenas um texto.Amei!

-Sofia

Visite meu blog, e se gostar siga?
http://mysecretsoficial.blogspot.com.br/