sexta-feira, 28 de dezembro de 2012

Resenha 01: A Culpa É Das Estrelas


A Culpa É Das Estrelas
John Green

Hazel é uma paciente terminal. Ainda que, por um milagre da medicina, seu tumor tenha encolhido bastante — o que lhe dá a promessa de viver mais alguns anos —, o último capítulo de sua história foi escrito no momento do diagnóstico. Mas em todo bom enredo há uma reviravolta, e a de Hazel se chama Augustus Waters, um garoto bonito que certo dia aparece no Grupo de Apoio a Crianças com Câncer. Juntos, os dois vão preencher o pequeno infinito das páginas em branco de suas vidas.

Editora: Intrínseca
Páginas: 288
Merece: ☺☺☺☺☺




A Culpa É Das Estrelas foi um livro que comprei pelo site da submarino, cuja a descrição me chamou a atenção, mas quando chegou o deixei na estante para ler depois que terminasse a leitura de outros. Não deu certo, pois, nesse meio tempo entrei em alguns blogs de resenhas e vários deles falavam sobre como o livro é maravilhoso e emocionante. Deixei o outro de lado e comecei a lê-lo. Tenho que confessar, o livro é ótimo.
"Sempre que você lê um folheto, uma página da internet ou sei lá o que mais sobre o câncer, a depressão aparece na lista dos efeitos colaterais. Só que na verdade, ela não é um efeito colateral do câncer. É um efeito colateral de se estar morrendo..."
O livro é escrito em primeira pessoa, por Hazel. Uma garota que tem um câncer terminal, tireoide com metástase nos pulmões, e  mesmo ele tendo regredido ela sabe que vai morrer, é apenas questão de tempo. O médico Jim recomenda que ela comece a participar de um Grupo de Apoio e é no grupo que Hazel conhece Isaac, um garoto de dezesseis anos com um câncer raro nos olhos e também lá conhece o belo Augustus Waters diagnosticado com osteossarcoma, com ele Hazel iniciará uma forte amizade que levará a algo mais intenso.
Engana-se quem pensa que pelo livro tratar de uma doença tão delicada ele é deprimente do começo ao fim...
John Green sabe muito bem brincar com as palavras e escreve de uma maneira deliciosa, faz a ficção se tornar incrivelmente real. Mostra a situação delicada de viver com o câncer, de como é a vida de pais com filhos jovens que receberam diagnóstico da doença e como os filhos pensam sobre questões da vida e da morte. Tudo isso regado a um humor negro.
"- Na moral, não vou nem começar a falar do meu corpo sexy. Você não ia querer me ver nu, Dave. Na verdade, me ver pelado foi o que fez a Hazel Grace perder o ar - ele falou, fazendo um gesto com a cabeça na direção do cilindro de oxigênio."
 Green criou uma personagem inteligente, sarcástica e que tem um livro favorito chamado Uma aflição imperial em que a personagem Anna é diagnosticada com um tipo raro de leucemia e se refere a si mesma como um efeito colateral. O escritor é Peter Van Houten e por ser o livro que Hazel mais gosta, ele vai estar presente do começo ao fim. 
Augustos é o responsável por grande parte do humor negro presente na história, é cheio de metáforas e tem medo de ser esquecido após a morte.
A Culpa É Das Estrelas é uma história pertinente, de amor sem clichês. Nos faz refletir sobre a vida, momentos de felicidade e como lidar com a  dor da perda.
Divertido, comovente e sim eu recomendo.

O legal dos livros é que eles afetam as pessoas de maneiras diferentes. A Culpa É Das Estrelas me chegou em um momento oportuno e foi o melhor que li em 2012. Ele mereceu as cinco carinhas felizes.
Se alguém já o leu, me diga, como o livro te afetou?
Compartilhem comigo sua experiência da leitura e até o próximo post.


 Imagem tirada do vídeo do canal Cabine Literária 


Daniela Silva

9 comentários:

Erica Ferro disse...

Que ótima a sua primeira resenha, Daniela. Gostei demais!

Olha, todas as resenhas que li sobre "A culpa é das estrelas" foram muito positivas e isso só faz crescer a minha vontade de ler o livro. Parece ser um livro daqueles que a gente devora em pouco tempo, pela simplicidade da escrita e pela narrativa que cativa rapidamente. Quero ler, quero muito ler!

Continue a fazer resenhas, mocinha. Você sabe muito bem como fazê-las.

Um abraço!

Sacudindo Palavras

Dama de Cinzas disse...

Deve ser um livro bem interessante mesmo!

Obrigada por sua visita!

Beijocas

Carol C disse...

Sua resenha me deu vontade de correr para a primeira livraria que eu encontrar para comprar esse livro. Incrivel. Estou te seguindo.

Nati disse...

É uma vergonha, eu tenho esse livro há um tempão, fui comprando outros, a fila foi aumentando para eu ler e deixei ele de lado... Tenho que ler. Comprei por causa das resenhas maravilhosas que li sobre ele... Beijos

Gabi P. Deutner disse...

Olá! Tudo bem com você?
Belíssimo post!
É sempre bom passar por aqui, gosto de apreciar as coisas que você escreve e seleciona com tanto cuidado.
É um grande prazer deixar meu comentário dizendo que adorei sua postagem!

Que você tenha um ótimo 2013, com muita paz, amor, e que todos os seus sonhos e planos se realizem!
Desejo tudo isso do fundo do meu coração!
Um grande beijo
Até mais

;**

Paty disse...

Olha Dani, fiquei super curiosa para ler o livro, gosto muito de histórias de superação.
Um ótimo reveillon pra vc e que 2013 venha repleto de muitas alegrias e conquistas.
Beijinhos!!

Vinícius Costa disse...

A cada resenha que lenho de 'A Culpa é das Estrelas', a curiosidade só aumenta!!
Meu Deus, será que é tão bom assim mesmo, a ponto de não querermos que o curto livro acabe? rs
Beijos,
Vinícius - Livros e Rabiscos

Stella Valim disse...

Eu to louca pra ler esse livro, muito curiosa mesmo, mas ainda não tive a oportunidade de comprar mimimimimi chateada.. Gostei da resenha.
Feliz 2013 pra ti :)
@awnste
http://www.senhoritaliberdade.com/

Gabi disse...

To LOUCA pra ler esse livro! Comprei o meu, só estou esperando chegar pra devorá-lo!!! haha :)
Adorei seu blog!

http://officialgabi.blogspot.com.br/